"A liberdade é um luxo a que nem todos se podem permitir." (Otto Bismark)

"O que me preocupa não é o grito dos maus. É o silêncio dos bons." (M. Luther King)

"Não é sinal de saúde estar bem adaptado a uma sociedade doente." (Jiddu Krishnamurti)

"Ninguém está obrigado a cooperar em sua própria perda ou em sua própria escravatura, a Desobediência Civil é um direito imprescindível de todo o cidadão!" (Mahatma Ghandi)

"Alguns homens vêem as coisas como são e dizem "Porquê?". Eu sonho com as coisas que nunca foram e digo "Porque não?" (George Bernard Shaw)

“Não há covardia mais torpe que a covardia da inteligência, a burrice voluntária, a recusa de juntar os pontos e enxergar o sentido geral dos factos.” [Olavo de Carvalho]

Nota:

Este blog não obedece nem obedecerá a qualquer acordo ortográfico que seja um atentado à identidade do País

quinta-feira, 16 de junho de 2011

EMPRENHAR PELOS OUVIDOS COM A AGRICULTURA NACIONAL

“Portugal importa hoje cerca de 6 mil milhões de euros de bens agrícolas para consumo, sendo que as nossas exportações chegam apenas aos 3 mil milhões de euros.Um défice alimentar destas dimensões não tem razão de ser num país como o nosso. Esta situação não pode continuar. Temos de desenvolver um programa de repovoamento agrário do interior, criando oportunidades de sucesso para jovens agricultores.”

(Cavaco Silva, Presidente da República no discurso do 10 de Junho)

pac1992

Em 1992, quando Cavaco Silva era primeiro ministro e agricultores portugueses e galegos reclamavam contra a reforma da PAC e tinham como palavra de ordem "Nós queremos produzir", o governo do PSD soltou a GNR.

Como será possível ainda dar votos a toda esta corja? Como é possível legitimar “políticos” nos dias de hoje, que ontem deram cabo deste País?

 

 

 

 

 

 

 

 

in http://airadosmansos.blogspot.com/2011/06/emprenhar-pelos-ouvidos-com-agricultura.html

1 comentário:

Neste Nosso Portugal©2009
 
hit counters