"A liberdade é um luxo a que nem todos se podem permitir." (Otto Bismark)

"O que me preocupa não é o grito dos maus. É o silêncio dos bons." (M. Luther King)

"Não é sinal de saúde estar bem adaptado a uma sociedade doente." (Jiddu Krishnamurti)

"Ninguém está obrigado a cooperar em sua própria perda ou em sua própria escravatura, a Desobediência Civil é um direito imprescindível de todo o cidadão!" (Mahatma Ghandi)

"Alguns homens vêem as coisas como são e dizem "Porquê?". Eu sonho com as coisas que nunca foram e digo "Porque não?" (George Bernard Shaw)

“Não há covardia mais torpe que a covardia da inteligência, a burrice voluntária, a recusa de juntar os pontos e enxergar o sentido geral dos factos.” [Olavo de Carvalho]

Nota:

Este blog não obedece nem obedecerá a qualquer acordo ortográfico que seja um atentado à identidade do País

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Com a Verdade me enganas…


eduardocatroga
Veio publicado na 2.ª Série do Diário da República um despacho do extraordinário João Duque, através do qual Eduardo Catroga é contratado para professor catedrático, o que parece que não lhe ocupará muito tempo [“a tempo parcial 0 %”], e, já que estamos com a mão na massa, o contrato produz “efeitos a partir de 1 de Setembro de 2008”.

Expliquem-me ( ??? ) lá os efeitos deste despacho.

Se contratado para o quadro a 0% do tempo, eu diria que talvez fosse para não trabalhar, mas para ter o lugar garantido.

Agora,  contratado para além do quadro a tempo parcial 0% e ainda por cima com efeitos retroactivos a 01/09/2008, desculpem mas...  não " estou a lobrigar" qualquer tipo de entendimento . Vá-se lá saber das intenções…

Com certeza que Mário Crespo, quando se voltar a cruzar com João Duque no seu programa 'Plano Inclinado', não deixará de lhe pedir que explique como este despacho irá contribuir para o desenvolvimento da ciência económica em Portugal.

Ou vai assobiar para o lado ?


"É DIFÍCIL ESQUECER, DE REPENTE, UM GRANDE AMOR !!!  
   
PS: Que bem que falou este reformado (E. Catroga) na televisão, acerca da crise e das medidas duras e necessárias para a debelar !!! 


Somos iludidos pela aparência do bem : " De minimis non curat praetor !!! " (  O  PRETOR NÃO SE OCUPA DE MINUDÊNCIAS !!! )

1 comentário:

  1. O Prof. Eduardo Catroga não usufrui de ordenado ou outra espécie de remuneração por dar aulas no IST. O tempo parcial a 0% quer dizer que de um ordenado recebe 0%. Dá aulas por amor à camisola, este artigo é uma grande injustiça.

    ResponderEliminar

Neste Nosso Portugal©2009
 
hit counters